Dualidade

Andei lendo há algum tempo algo que se encaixa perfeitamente em minha vida nesse momento. Falava sobre a natureza da vida-morte-vida. De como é preciso aceitar e compreender que nessa vida as coisas nascem e morrem para então poderem renascer.
De certa forma, isso também acontece com nossos sentimentos. Você se interessa por alguém, e então esse relacionamento morre e você se encontra livre e preparado para algo novo.
Esse é um desses momentos.
Por um lado, sinto a tristeza de ver algo em que apostei não dar certo, por outro a alegria de ter percebido isso logo, e ao mesmo tempo ter percebido outra coisa que sempre esteve tão clara, diante de mim, talvez esperando para que eu tivesse maturidade suficiente para aceitá-la em minha vida.
Como dizem, é tudo uma questão de tempo certo, timing.
Isso tudo por que ouvi uma música que se encaixa perfeitamente com o primeiro aspecto do que sinto: Boa Sorte, da Vanessa da Mata e Seu Jorge:
É só isso,não tem mais jeito,
acabou, boa sorte
não tem o que dizer...
são só palavras
e o que eu sinto, não mudará
Tudo que quer me dar,
é demais, é pesado, não há paz
Tudo que quer de mim, irreais,
expectativas desleais...

Então, não há como continuar. Algumas coisas precisam morrer. para que outras nasçam.
Deveria ser triste, mas não é.
:)

Comentários

alerts disse…
After reading the information, I may have different views, but I do think this is good BLOG!
runescape powerleveling

Postagens mais visitadas